Busca por conteúdo, posts e vídeos

DESAFIO EVA: BUENOS AIRES EM APENAS TRÊS DIAS

Vem aqui que a gente te conta tudo.

 

Viajar para outro país parece uma coisa muito fora da realidade para muitas pessoas. “Ah é caro!” ” Não tenho tempo!” ” Caramba como você viaja, você é rica!”

Quando o assunto é viagem, com certeza você já ouviu alguma dessas frases, mas fazer uma viagem internacional é fácil, pode ser barato e é possível sim.

Fizemos um teste nesse mês de Maio.

O desafio era mandar uma de nossas colaboradoras, a Karina, sozinha, conhecer Buenos Aires, a capital da Argentina.

Listamos 18 lugares que são famosos e conhecidos, viajando na sexta-feira e voltando no domingo.

E deu para conhecer? Deu sim, aliás, ela conheceu mais.

Confere as dicas aí.

 

Antes da viagem:

 

Em primeiro lugar pesquise, existem vários sites e aplicativos para te ajudar com isso. O skyscanner te ajuda a buscar a passagem mais barata, você pode baixar no celular ou procurar no próprio site: www.skyscanner.com.br, coloque o destino, a data e vai ser feliz!

Depois disso o hotel, não pesquise apenas por preço, pesquise o hotel pela localização, a localização é o mais importante, é isso que vai fazer você conhecer ou não o lugar explorado. Um hotel barato em um lugar longe de tudo pode fazer sua viagem acabar ficando mais cara. Existe um aplicativo chamado tripadvisor que é maravilhoso, esse app mostra comentários de hóspedes e datas, ali você consegue ver se o hotel é longe ou não do centro, ler sobre atendimento dos funcionários, problemas na estrutura, limpeza, enfim, o tripadvisor vai te ajudar a fazer a escolha certa. Baixe ele na Apple Store e no Google Play, também pode entrar no site: www.tripadvisor.com.br

Com a passagem e o hotel escolhidos é só planejar o roteiro.

Entre em blogs, pesquise tudo que puder no Google e principalmente no YouTube, existem vídeos de pessoas que já estiveram no seu destino, elas vão contar experiências, mostrar o lugar, enfim.

Nessa viagem, a Karina pesquisou esses vídeos e recomenda:

 

https://www.youtube.com/channel/UCFWitl1c-pTZhcR4XBklmhA 

(www.depasseiopor.com) Dicas muito importantes de imigração, transporte, locomoção, etc.

 

https://www.youtube.com/watch?v=3UUg_GRMTJ4 

(A Pé) Como conhecer Buenos Aires a pé.

 

https://www.youtube.com/user/dikasdakika

(Dicas da Kika) Dicas de transfer, imigração, compras.

 

https://www.youtube.com/watch?v=GKIYCWZ6BG0&t=87s

(um beijo na bunda) Dicas de como gastar pouco em Buenos Aires.

 

Para entrar em Buenos Aires você precisa apenas do rg. O documento precisa estar em bom estado e sua foto precisa ser atual, não vai levar um rg com a foto de quando você era criança que não vai passar, isso é fato. Se você tiver o passaporte não precisa de mais nada, só ele é seu documento. Pode ir só com o passaporte que você não vai ter dor de cabeça.

Quando você chega em Buenos Aires passa por uma entrevista, eles te perguntam o que vai fazer, onde vai ficar, se tem dinheiro para isso, e qual sua profissão. Pelo menos foi o que perguntaram para ela. (risos)

 

Saindo dali, bem vindo! Antes de sair, troque uma parte do seu dinheiro no Banco de La Nacion, no Aeroporto de Ezeiza ou no Aeroparque, a Karina desceu no Aeroporto de Ezeiza e trocou por ali, ela conseguiu trocar 300 reais por 1920 pesos argentinos. Cada real valia 6,40 pesos argentinos, Já na Rua Florida, ela trocou 135 reais por 820 pesos. Dica! Não troque tudo no aeroporto.

Na saída do Ezeiza tem uma lojinha de doces, se você tem pouco tempo e não quer se perder, a dica é você parar ali e comprar um chip da “Movistar” que é como se fosse a Vivo aqui do Brasil, você paga cerca de 100 pesos no chip, depois carrega com duzentos pesos para usar internet à vontade, a vantagem disso é que você pode usar o google maps para chegar aos lugares que deseja conhecer, ele mostra o percurso a pé, de transporte público e de carro.

 

Do Aeroporto de Ezeiza, saiba que você vai gastar uma grana com Uber ou com táxi para ir até o centro. Existem outros meios de locomoção como o ônibus, ele vale a pena, mas demora 2h para chegar ao centro. Se você estiver com tempo e pouca mala, aproveite. É o ônibus da linha 8 e custa menos de 5 pesos.

Menos de sessenta reais com os táxis e uber você não vai pagar, vá ciente disso.

Chegando ao Centro de Buenos Aires você já vai ver o Obelisco e uns 5 minutos andando você já vai ver também o Teatro Colón. O Teatro Colón tem visitas guiadas todos os dias.  Custam 360 pesos para estrangeiros, (nós). Ele é considerado um dos melhores edifícios para ópera do mundo, o Teatro Colón de Buenos Aires é internacionalmente reconhecido por sua acústica e por seu valor patrimonial, uma evidência da influência da cultura arquitetônica italiana e francesa na Argentina. Ali mesmo fica a Plaza Lavalle que é uma praça linda e bem arborizada, tem banquinhos para você curtir o fim da tarde.

Pelo Centro, andando, você também pode conhecer o Café Tortoni, inaugurado em 1858, é uma cafeteria famosa que fica aberta das 8h às 1h da manhã, vale a pena tomar um chocolate quente ali, você vai pagar 100 pesos, cerca de 20 reais, mas pode conhecer todo o local e apreciar uma apresentação de show de tango.

Também no Centro, você pode conhecer a Avenida Corrientes, ela é famosa por concentrar os principais teatros de Buenos Aires. Ali tem vários restaurantes e lanchonetes para você não passar fome, enquanto escolhe seu espetáculo preferido.

Não longe dali, você pode ir até a Rua Florida, trocar seu dinheiro. Cuidado com dinheiro falso hein? Existem casas de câmbio seguras, segue o endereço de uma confiável: Rua Florida, número 580. Eles pedem seu documento e te dão recibo. CUIDADO COM AS PESSOAS VENDENDO CÂMBIO NA RUA, NEM TODAS SÃO CONFIÁVEIS.

A Rua Florida lembra muito o Centro de São Paulo, têm várias lojas de roupas, bombonieres, maquiagens, tem galerias, enfim, alguns preços até que compensam, pode olhar a vontade e comparar.

Na Rua Florida também tem uma loja que você não pode deixar de ir e que acaba se tornando um ponto turístico por não ter em outro país, podemos comparar com as lojas da M&Ms espalhadas em alguns países. É a loja da Arcor, nela você vai encontrar vários produtos da Arcor que com certeza você não viu no Brasil, pode comprar balas e chocolates a granel, enfim, vale a pena conhecer. Os preços são ótimos e você aproveita para comprar lembrancinhas.

A uma quadra dali, fica a Galerias Pacifico, um famoso shopping que abriga as lojas Adidas, Tommy Hilfiger, Swarovski, Timberland, Nike, Mac Pro, Brooksfield, Lacoste, Clinique, Carmen Steffens, Freddo, Chanel, Havana, Hugo Boss, Levis, Lâncome, L’Occitane.

Porém, os preços são bem salgados, o que vale é a arquitetura do local, o shopping é lindo, vale a visita. Você pode optar pela vista guiada também, mas dá para conhecer sozinho sem problemas.

Depois dali, a Karina seguiu para a Famosa Casa Rosada, que é a sede da presidência da república argentina, em Buenos Aires. Com antecedência de 15 dias, você pode agendar uma visita guiada dentro da casa e não paga nada por isso, você se cadastra no site, imprime o ingresso e vai no horário marcado. Segue o site: https://visitas.casarosada.gob.ar/

 

Saindo do centro, vamos para Palermo, um bairro nobre de Buenos Aires. Lá você vai direto aos Bosques de Palermo, é um parque onde é possível ver pessoas correndo, andando de bicicleta, praticando diversos esportes, sem contar que é lindo.
Em Palermo encontra-se o famoso Rosedal,  este parque preserva milhares de roseiras de cerca de 100 espécies dessas plantas. É lindo e não paga para entrar.
No Rosedal, você pode desfrutar de um passeio de pedalinhos dentro do lago que existe ali, vale a pena. Próximo aos Bosques de Palermo você pode andar até o Jardim Japonês, ele foi criado em 1967 para marcar a primeira visita de um membro da família imperial à Argentina e hoje é considerado o maior jardim japonês do mundo fora do Japão. O valor para entrar são 120 pesos, aproximadamente 20 reais, o local é bem preservado, tem restaurante dentro e vale muito a visita. Na volta, você pode aproveitar para passar na Floralis Genérica, que é uma escultura metálica situada na Plaza de Las Naciones Unidas, entre a Avenida Figueroa Alcorta e Austria, no bairro Recoleta, da cidade de Buenos Aires, presenteada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano, ela abre nos dias de sol e fecha ao entardecer, a praça onde a Floralis fica situada é pequena e bem bonita para passar a tarde ou apenas visitar durante o dia, de lá você pode ir andando até o Hard Rock Café e fazer um almoço, ou apenas tomar um drink. O Hard Rock Café é uma rede americana de restaurantes com mais de 191 unidades espalhadas em 59 países, o tema é Rock e apesar dos preços um pouco altos, a visita vale a pena, uma cerveja Guilmes, que é a famosa cerveja argentina, no local custa 90 pesos, 15 reais aproximadamente.
O local onde fica o Hard Rock é uma galeria com outros restaurantes e bares, a Karina optou por ele, mas você pode conhecer outros ali e depois contar pra gente, combinado? Saindo do Hard Rock, a nossa colaboradora foi até o Cemitério da Recoleta, como vocês já sabem, o Cemitério da Recoleta é um ponto turístico de Buenos Aires por abrigar os restos mortais de personalidades famosas da política, cultura, arte e ciência. Além de ser um museu a céu aberto, pois os túmulos são verdadeiras obras de arte.
Para você ficar por dentro de algumas histórias do cemitério, segue um blog que explica algumas lendas, se você tem medo, não abra! (risos).

http://www.depasseiopor.com/2016/11/cemiterio-da-recoleta.html

Andando mais uns 20 minutos, você chega até o El Ateneo, uma das mais conhecidas livrarias em Buenos Aires, em 2008, o The Guardian a classificou como a segunda livraria mais bonita do mundo.
Era um antigo teatro, o lugar é maravilhoso.
Dicas de ouro, não paga entrada, o uso do banheiro é liberado para qualquer pessoa, e tem umas tomadas, caso você precise carregar o celular, (risos), mas não sente no chão, pois você pode levar uma bela bronca, igual a que a Karina levou. (risos).
De lá, ela pegou um táxi, pagou cerca de 20 reais e foi para o Caminito, o bairro colorido das “fotos do instagram”, lá você vai encontrar muitos restaurantes, mas todos tem um preço bem salgado, não vale a pena, ela encontrou um restaurante em Puerto Madero bem mais barato e bom, já vamos falar dele.
O Caminito é um bairro bem bonito, todo colorido, as casinhas tem cores misturadas formando um museu a céu aberto, ali você vai ver dançarinos de tango, que vão cobrar para tirar fotos de você simulando uma dança, couros e restaurantes, por se tratar de um bairro turístico os preços são altos, pesquise antes de sair comprando, o conselho é, vá durante o dia, além de tirar fotos mais bonitas, as redondezas não são muito confiáveis, com o entardecer fica bem deserto ali, não vai arriscar!
Dez minutos andando tem o estádio do Boca Juniors, La Bombonera.
Ele tem esse nome, pois tem o formato de uma caixa de bombons. Como o tempo da Karina era curto, ela só passou na frente do estádio, mas pegou informações sobre as visitas para quem for visitar com mais tempo.
Você paga 100 pesos, caso queira conhecer apenas o museu do estádio, você pode pagar mais 10 pesos e conhecer o museu + uma visita ao estádio pelas arquibancadas baixas, é como se fosse um tour express e o tour completo ao estádio, que custa 135 reais com direito a visita completa e entrada nos vestiários.

A Karina queria economizar e foi andando do Caminito até o Porto Madero, sim, ela fez isso! Andou 35 minutos.

Para conhecer tudo em pouco tempo a dica da Karina é levar tênis confortáveis, se estiver frio, bota baixa, nada de salto, aproveite seus segundos em Buenos Aires, se você estiver com tempo, em férias, aí vale aproveitar mais os pontos turísticos.

Puerto Madero é o bairro mais elegante da cidade portenha, ali concentram se diversos restaurantes. É lindo passar o fim de tarde, além da vista, o local é seguro e frequentado por muitos turistas. O restaurante escolhido pela Karina foi o Bahia Madero, ele aceita cartões de crédito e real! Sim, eles aceitam nossa moeda, mas claro, devolvem em pesos argentinos. Você tem que provar o famoso bife de chorizo com purê de batatas, a carne derrete na boca, não tem coisa mais gostosa no mundo para apreciadores de carne. Em Puerto Madero você vai gastar um pouco mais nos restaurantes, mas o cardápio fica ao lado de fora dos restaurantes para você conferir antes de entrar em uma furada, preste atenção!

Para encerrar, a Karina foi de Uber até o bairro de San Telmo, esse bairro é conhecido pela Feirinha que tem todos os domingos de manhã, essa feirinha vende artesanatos e antiguidades a preços incríveis, mas o horário que ela foi é o horário dos bares e pubs, nesse bairro existe uma enorme quantidade deles. Porém o objetivo da nossa viajante era tirar uma foto com a Mafalda, a personagem dos quadrinhos mais famosa da Argentina. A estátua da garotinha mede 80 centímetros e está lá desde agosto de 2009. Se você for ao local durante o dia ou na Feira de San Telmo prepare-se para esperar na fila por uma foto com ela. Vá cedo! Ou vá a noite, com a Karina fez.

Nada melhor do que encerrar esse tour em um pub né? Ali tem vários, de todos os estilos, é só você escolher o que mais combina com você.

E Agora? Já sabe onde vai passar o feriado? Quer saber valores da viagem e hotel? Mande um email pra gente. Mande sua opinião. Pode mandar um direct no instagram também.

Karina Cordeiro.